Another Europe is possible

Alda Sousa questiona Comissário Borg sobre o escândalo da carne de cavalo

01/03/2013

A Deputada do Bloco de Esquerda, Alda Sousa, questionou hoje o Comissário Borg, a propósito do mais recente escândalo relacionado com a inclusão de carne de cavalo contaminada em alimentos processados.

Alda Sousa confrontou o Comissário com o facto de ser "bastante mais sensato e bastante mais útil para a saúde pública ter um registo central ao nível Europeu no que diz respeito aos boletins sanitários dos animais" do que o acrescentar, à legislação existente, a obrigatoriedade do país de origem na rotulagem. Um registo permitiria prevenir a reintrodução na cadeia alimentar humana, de cavalos que tenham sido dela retirados, nomeadamente por conterem substâncias nocivas e, por isso, constituírem um risco para a saúde pública.

Perante a recusa do Comissário em admitir o risco para a saúde e segurança alimentar, Alda Sousa disse tratar-se de uma estranha atitude, uma vez que existiam informações sobre a existência de alertas por parte do RASFF (Sistema Europeu de Alerta Rápido para os Géneros Alimentícios e Alimentos para Animais). "Como é que se pode justificar que a agência alimentar tenha alertado as autoridades francesas para o facto de haver fenilbutazona contaminando a carne de cavalo que tinha entrado na cadeia alimentar? Quem é está aqui a dizer a verdade? E eu espanto-me muito que não seja considerada como uma questão com impacto na saúde pública", questionou a deputada do Bloco de Esquerda.

Alda Sousa terminou a sua intervenção referindo as declarações do Ministro alemão para o Desenvolvimento, Dirk Niebel, no final da semana passada, segundo o qual perante este problema, poder-se-ia distribuir a carne de cavalo apreendida e retirada de circulação pelas pessoas tinha mais carenciadas da União Europeia, e perguntou ao Comissário Borg "se considera que na Europa há cidadãos de primeira ou de segunda e se os mais pobres numa altura de crise terão que ser ainda mais penalizados para comer carne contaminada?"

O Comissário preferiu evitar as respostas, mantendo que não se trata de uma questão de saúde pública mas apenas de fraude económica, e quanto à distribuição da carne contaminada remeteu para a decisão dos Estados Membros.

ASSESSORIA DE IMPRENSA

 

Cláudia Oliveira

Bloco de Esquerda ::: Parlamento Europeu

BXL +32 2 28 31543 ▪ STR +33 3 881 77 669

TLMVL +32 493 63 53 35

claudia.oliveira@europarl.europa.eu

 

www.beinternacional.eu

https://www.facebook.com/BEinternacional.EU

 

■ Marisa Matias _ Coordenação da Delegação do Bloco de Esquerda no Parlamento Europeu ▪ Comissão de Indústria, Investigação e da Energia ▪ Comissão dos Assuntos Económicos e Monetários ▪ Delegações para as relações com os Países do Maxereque, Conselho Legislativo da Palestina, África do Sul ▪ Vice-Presidente Intergrupo Água ▪ Intergrupo Serviços Públicos ▪ Intergrupo Saúde ▪ Intergrupo LGBT ▪ Vice-Presidente European Working Group on Diabetes ▪ Forum Action Against Cancer ■ Alda Sousa_ Comissão dos Orçamentos ▪ Comissão do Ambiente, da Saúde Pública e da Segurança Alimentar ▪ Delegações para as relações com os Países do Magrebe e a União do Magrebe Árabe, Iraque, Países do Maxereque, Irão

Contact Form

×